AFRODISÍACOS
Se é lenda ou verdade verdadeira, você descobre agora
O livro "No Rastro de Afrodite - Plantas afrodisíacas e culinária" traz o resultado de pesquisa que analisou 400 espécies de plantas consideradas afrodisíacas.

Curiosa sobre o que faz uma planta ser considerada afrodisíaca? A pesquisa do botânico Gil Felippe considerou duas definições para afrodisíaco: substância que desperta a libido e substância que age diretamente na genitália.

O professor da Unicamp analisou se nas plantas havia alguma das substâncias que a ciência reconhece como afrodisíacas. Além do poder das plantas, o livro também traz receitas e aquarelas de Maria Cecília Tomasi.

afrodite

No Rastro de Afrodite ganhou os prêmios Gourmand World Cookbook Awards, Melhor Livro de Culinária com a Melhor Ilustração e Melhor Livro de História da Gastronomia tá meu bem.

3 plantas comprovadamente afrodisíacas

Guaraná

As sementes são chamadas de “frutos da juventude”, a planta tem efeito afrodisíaco comprovado.

Catuaba

Sim! A catuaba vendida no comércio é afrodisíaca e estimulante. Preparada com os ramos, a casca da raiz e as folhas, ela aumenta a libido e estimula o sistema nervoso central. Usada para combater insônia, nervosismo e melhorar a memória. Os efeitos são a longo prazo, segundo o estudo, os primeiros sinais são sonhos eróticos e aumento do desejo sexual.

Gengibre

Pode ser tomado como infusão. Suas propriedades afrodisíaca e estimulante são conhecidas há mais de 20 séculos. O óleo de gengibre também é usado para massagear o abdome, o que causa calor ao corpo e excitação dos órgãos sexuais. Sua flor exala um perfume que provoca a mesma sensação. É considerado afrodisíaco na medicina chinesa tradicional e, como melhora a circulação sanguínea, é usado contra disfunção erétil.

Então, o seu próximo chá será de quê?

 

O Mais Mulher entende o universo feminino e traz informação sobre alimentação saudável, atividade física, yoga, amor, sexo, moda, comportamento e beleza em um só lugar.