PELE
Virilhas escuras ou com bolinhas, podemos falar disso?
Sim, este é um assunto que ninguém gosta de expor. Mas esclarecer é importante né, gente, até para buscar a melhor solução sem loucuras caseiras.
Dicas de dermatologistas para prevenir e tratar virilhas escuras e com indesejadas bolinhas.
Como evitar bolinhas e manchas escuras na virilha? A gente te conta! (Foto: Pixabay)

Se você já pesquisou na internet soluções caseiras para clarear a virilha, como água oxigenada ou limão com açúcar, cuidado! Estas misturinhas podem provocar reações indesejadas e até agravar a aparência escura da pele na região. O correto é agendar uma consulta dermatológica para saber o tratamento ideal para o seu tipo de pele e rotina.

O escurecimento da pele na região das virilhas, geralmente, é pelo atrito das coxas. Logo, uma prevenção é diminuir esse atrito, como: perda de peso, hidratação da região e uso de shorts por baixo de saias e vestidos, evitando a hipercromia ou escurecimento da pele.

As bolinhas escuras costumam ser foliculite ou pseudofoliculite, uma pequena inflamação após o uso de lâmina ou cera para a depilação dos pelos. Esta inflamação é uma lesão semelhante a lesão de acne (que pode ou não ter pus). Ela é causada pela entrada da bactéria Stafilococos no folículo pilosebáceo.

Também há o chamado pelo encravado, a pseudofoliculite, aqueles pelos que ao crescerem encurvam-se e penetram novamente na pele, gerando uma reação inflamatória. A área da virilha facilita o encravamento, o jeito é prevenir para que não ocorra as lesões que, ao contrário do que podemos pensar, não têm relação direta com a oleosidade.

Como prevenir pelos encravados na virilha?

  • Fazer esfoliação corporal 1 (uma) vez por semana na região, pode ser durante o banho.
  • Evitar roupas muito justas e apertadas.
  • Não espremer!
  • Preferir roupas íntimas mais confortáveis como as de algodão.
  • Usar uma loção pré e pós depilação para evitar infecções.
  • Como solução mais definitiva pode ser indicada a depilação a laser.
  • Usar protetor solar na região ao pegar sol.

Como tratar

Apenas dermatologistas são capazes de fazer um diagnóstico correto e prescrever o tratamento mais adequado no seu caso. Há diferentes formas de tratamento desde sabonetes antissépticos a antibióticos locais e ou orais no caso de infecção por bactéria. Cremes clareadores a base de ácido glicólico ou retinóico também podem ser prescritos. Ou seja, marque uma avaliação dermatológica e faça sua parte na prevenção.

Andrea Regina de Oliveira Leal Souza, médica, pós-graduada em Dermatologia e Medicina Estética e fascinada pelo mundo dos cosméticos.